terça-feira, julho 03, 2007

1990/91 e 1997/98 - Erwin Sanchez - 48J 7G

A pergunta que eu faço é, como foi possível que um dos melhores estrangeiros de sempre em Portugal tenha passado duas vezes pelo Benfica e consiga passar completamente ao lado das equipas que integrou? Eu diria que a culpa terá que ser repartida tanto pelo jogador como pelos seus treinadores ao longo dessas épocas.

Se na primeira passagem pelo clube (90/91, com 17J 1G) e apesar do titulo conquistado, esteve sempre tapado por jogadores como Valdo, Thern e Paulo Sousa, na segunda (97/98, com 31J 6G), apesar de ter sido um dos jogadores mais utilizados não resistiu á enorme entrada e saída de jogadores e treinadores, entre eles Manel "eu é que sou o maior" José, responsável pela sua contratação, e também pelos seus melhores anos no Boavista.

Que não existam dúvidas, Sanchez era um excelente jogador, no entanto, no Benfica, apenas a espaços conseguiu demonstrar a sua real valia, nunca sendo, no clube, o mesmo Sanchez desequilibrador que foi ao longo dos anos no Boavista.

Dispensado no final de ambas as épocas, e emprestado a Estoril e Boavista respectivamente, regressou á Luz em 1999 para ser utilizado na equipa B, antes de ser definitivamente dispensado, para ser Campeão na equipa de Pacheco. Depois, o abandono da carreira, treinou o Boavista, regressou aos relvados para jogar no Oriente Petrolero, onde foi suspenso 18 meses por agredir um árbitro,tendo terminado a carreira ao serviço do Blooming.


Participou como jogador no Mundial 94 nos EUA, e na Copa América 89, 91, 93, 97 e 99.
Actualmente é Seleccionador da Bolivia que participa na Copa América 2007.

5 comentários:

T-Rex disse...

Ainda hoje não consegui perceber porque é que o Platini da Bolívia não vingou no Glorioso...

Vedeta ou Marreta ?

João Pedro disse...

Realmente este gajo era um craque. Mas no Benfica nem uma para a caixa.

Acho que deve ter a ver com dificuldade em lidar com a pressão!

Alvaro Magalhaes disse...

tb nunca percebi pk nao deu nada no SLB

Anónimo disse...

DA PRIMEIRA VEZ PK A EQUIPA TINHA EXCESSO DE QUALIDADE DA SEGUNDA QUALIDADE A MENOS, N HA MILAGRES

Bruno V. disse...

O Anónimo final disse tudo. Sanchez, um dos melhores jogadores dos últimos 2o anos do nosso futebol, no Benfica não vingou nunca, mas de qualquer forma fez uma razoável/boa época de 97/98. Saiu devido à mudança louca e constante de treinadores, sendo que com Souness era difícil jogarem jogadores que ele não conhecesse.