domingo, janeiro 20, 2008

2000/01 - Daniel Carvalho "Dani" - 5J 0G

Formado no lado contrário da segunda circular (e em muitas discotecas e bares das diversas cidades onde jogou/pernoitou), é o expoente máximo da categoria de jogador de futebol "Eterna Promessa".

Teria, se estivesse para aí virado, sido um extraordinário jogador de futebol, mas não passou de mais um que, de vez em quando, tirava da cartola um lance de qualidade. Chegou á Luz, como de costume, rotulado de tudo (de génio para cima), e saiu pouco mais de um mês depois de ter chegado, com muitos quilos a mais e em litigio com o Clube.

Cedo se percebeu que a aventura de Dani (que era um futebolista atipico, sobretudo por conseguir falar sem repetir dez vezes "penso que... acho que"), não iria durar muito tempo. Por outras palavras, enquanto jogador do Benfica, frequentou mais vezes a noite Lisboeta que o campo de treinos. Dos 5 jogos realizados, todos para o campeonato e todos com Mourinho, não se pode dizer que tenha desiludido , mas também nunca deslumbrou por aí além, sendo dispensado numa altura em que estava a ganhar espaço na equipa, acabando cedido ao Atlético de Madrid que estava então na II liga espanhola.



Muito conhecido nas Noites das principais cidades europeias, jogou na Noite de Londres ao Serviço do West Ham, deixou saudades na Noite de Amesterdão (e não só) ao serviço do Ajax, antes de regressar á Noite Lisboeta e ser transferido para a Noite de Madrid, onde aos 27 anos abandonou de vez o Futebol.


Esteve entre outros no Mundial do Qatar de Sub-20 em 1995, sendo considerado um dos melhores do Torneio (2º lugar na Bola de Ouro e na Bota de Ouro) e foi campeão Europeu de Sub-18 em Espanha em 1994. E ainda no Jogos Olimpicos de Atlanta em 1996 onde esteve em 5 dos 6 jogos de Portugal.

Em 2004 depois de um teste falhado no Celtic de Glasgow, decidiu dar ouvidos a Harry Redknapp, que um dia lhe terá dito, quando ao serviço do West Ham e depois de mais um atraso aos treino, “Não tens vida para isto! Muda de profissão! Estás suspenso!” , e Dani mudou...

11 comentários:

Dogus disse...

Exacto, a Eterna Esperança (como, por exemplo, o Porfírio). Há um momento dele que jamais esquecerei - Mundial de Sub-20, no Qatar (se não me engano contra a holanda); livre directo; vai marcar o livre e "desentende-se" com um colega. O desentendimento é propositado - distrai a equipa e marca golo. Fantástico!

T-Rex disse...

Este nasceu com jeito, aquela coisa que é fundamental num jogador de futebol. Mas também com dinheiro, e esse foi o problema.

Sem dúvida o maior talento desperdiçado do futebol português nos últimos 20 anos. Uma pena...

Vedeta ou Marreta ?

Trigo disse...

Gosto muito deste blog, realmente traz-me À memória o pior que houve no benfica.
Gostava de deixar algumas sugestões de jogadores que, na minha opinião, se enquadram neste blog:
- Zack Thornton
- Fernando Aguiar
- Karadas
- Paulo Almeida
- George Jardel
- Pesaresi
- Derlei

Parabens e continua com o blog

MO disse...

O Dani, se tivesse cabecinha, hoje em dia podia andar entre os melhores jogadores portugueses. Grande pé esquerdo!
Um talento que se perdeu.

António C. Pereira disse...

E andamos nós sem nº10 na selecção nacional!! Claro que temos o Deco mas com o abandono do Rui Costa bem que o Dani estando em actividade teria sido uma excelente alternativa.

Quase jogou o Euro 2000 mas depois foi preterido pelo Humberto Coelho.

Pena que não tenha uma cabeça da mesma qualidade dos pés pois esses eram suberbos!

O Nuno Gomes disse um dia que o Dani "foi o jogador mais talentoso com quem jogou"... e não o era??

rui guerra disse...

E os Marcelos???
Podem vir os dois juntos, ou então, 1 post com os 5 reforços de Inverno na era Koeman e outro com o de 1997.

andre007 disse...

Fez uns joguitos no Benfica como aki se diz foi pena mas tabem era do sporting nao vale a nossa pena

Çigan disse...

O Dani foi um jogador do caralho! Espectacular no slalom com a bola controlada. Enquanto era novinho, o gajo jogava muito!

No Ajax fez temporadas a um grande nível! Marcava vários golos e até na CL o via a marcar golos de belo efeito, fosse contra que equipa fosse.

Mas ele não estava para se chatear, com aquelas coisas do "acordar cedo" e do "cumprir regras" e então dedicou-se ao que mais gostava: comer, beber, cagar e foder.

Desperdício de talento...

Anónimo disse...

Excelente blogue!
Ao ver estes "flops" só me dá vontade de rir e lembrar-me da péssima gestão do clube.

Ps: dois nomes fantásticos do futebol que em breve deverão constar na lista... Moretto e Balboa.

Bruno V. disse...

Um talento que poderia ter sido dos melhores do mundo. Não fosse a (pouca) cabeça e muito dinheiro que já tinha mesmo antes de jogar futebol, teria sido muito grande. É pena, realmente.

Anónimo disse...

conheço o DANIEL (DANI) e gosto muito dele foi um dos melhores do mundo um super dotado mas so a ele lhe diz respeito o porque de nao querer ser o melhor dentro das quatro linhas porque fora ou dentro delas è e sempre serà o maior pelo menos pra mim.abx vizinho da tua avò