domingo, novembro 11, 2007

1999/00 e 2002/03 - Nuno Santos - 2J -1G

A bem da verdade de Nuno Santos não se pode dizer que tenha sido algum dia “o Guarda Redes do Benfica” como tantos outros ao longo dos anos (de Pedro Roma a Paulo Santos) fez a sua carreira no Benfica entre a bancada e o banco de suplentes, e vice versa.

Teve, no entanto, no seu percurso na Luz participação a tempo inteiro numa das jornadas mais tristes da História do clube, era ele o Guarda Redes na derrota frente ao Gondomar.

Começou a dar nas vistas no Vitória de Setúbal onde se tornou apetecível para equipas estrangeiras nomeadamente o Leeds que o levou para Inglaterra no ano de 1998, não esteve muito tempo na Grã-bretanha (não fez um único jogo oficial), o Benfica achou por bem resgata-lo logo na época seguinte, para fazer de 3º Guarda-redes (apenas 8 jogos como suplente de Enke). Nesta época de estreia, Jupp Heynckes, deu-lhe uma única oportunidade contra o Torres Novas, num jogo da Taça de Portugal que mostrou a “qualidade” das segundas escolhas benfiquistas (Nuno Santos; Okunowo, José Soares, Sérgio Nunes e Rojas; Chano, Tahar (Porfírio 45’); Mawete (Marco Freitas 74’) e Luís Carlos; Cadete (Pepa 45’) e Tote), o Benfica venceu por 1-0, com golo do Flop Tote aos 81 minutos.

Foi dispensado no final da época, e emprestado ao Badajoz, onde ficou até Dezembro de 2000, passando então para o Santa Clara, jogou depois também por empréstimo no Beira-mar em 2001/02.

Depois fez o que poucos jogadores fizeram na história encarnada, regressou ao clube depois do empréstimo, para fazer parte do plantel 2002/03, e para fazer um único jogo com o Gondomar na vergonhosa derrota por 0-1. Dispensado em definitivo, passou para o Vitória de Setúbal, depois novamente Santa Clara. Em Julho de 2007 ingressou nos Americanos do Rochester Rhinos, uma equipa de uma liga privada Norte Americana, onde foi apresentado como um Guarda-Redes com mais de 200 Jogos na Liga Portuguesa e Inglesa e experiência em Jogos da Uefa pelo Benfica.

Mentir é feio senhores de Rochester.

5 comentários:

António C. Pereira disse...

Bom G.R. mas para os clubes inferiores. Foi contratado com o intuito de ser 3º G.R. e não passou disso mesmo.

Mas para se passar por Inglaterra tem que se ter qualidade e o Nuno Santos até tinha.

JoaofmSCP disse...

votação do jogador mais irritante da liga bwin em http:\\bolanamesa.blogspot.com

trigo disse...

ele ja n ta no rochester. transferiu-se para o toronto fc, da mls e criou nessa cidade uma escola de futebol. ja n esta no toronto fc, pelo q deve ter-se dedicado por completa à sua escola.

Peter Gunn disse...

Os senhores de Rochester não mentiram... Ele realmente assistiu a mais de 200 jogos mas foi na bancada!

Um abraço e continuação do optimo trabalho :)

Bruno V. disse...

Não era mau guarda-redes. No Vitória, no início da carreira, mostrou-o. Foi para o Leeds com o Bruno Ribeiro mas obviamente era muito jovem e não teve oportunidades. No Benfica foi sempre o 3º. Assim era complicado. Flop, claramente.