domingo, outubro 19, 2008

2004/05 - Paulo Almeida - 16J 0G


Na mesma equipa do Santos onde brilhavam, entre outros, Robinho, Diego, Elano, Léo e Deivid (o tal que chegou a portugal para reforçar... a selecção Nacional) aparecia no meio campo um jovem Capitão de equipa de quem se diziam maravilhas e que era há algum tempo presença de relevo nas selecções jovens Brasileiras, Paulo Almeida.

A contratação de Paulo Almeida começou a ser tratada ainda durante a temporada anterior (Camacho chegou a comentar a contratação do Médio) mas foi o campeão Trapatonni que com ele trabalhou e que, apesar de tudo, com ele foi Campeão Nacional.


Titular indiscutível desde o inicio da época, perdeu a titularidade depois do desastre na Bélgica com o Anderlecht, cedo se percebeu que o Benfica tinha adquirido uma fotocópia mais jovem de Michael Thomas, lento, acomodado á posição, muitos passes errados.



Trapatonni nunca o abandonou, nem mesmo quando os adeptos começaram a perceber que a qualidade do ex-internacional Brasileiro não correspondia ao "rotulo" que trazia. Utilizou-o em apenas 6 jogos para o Campeonato (3Vit, 1Emp e 2 Der) , tendo no entanto sido convocado para a maioria dos encontros até á 21ª jornada.



Mas foi na Uefa que a sua utilização foi mais notada, participou em 8 Jogos entre Pré-Eliminatória da Liga dos Campeões e Fase de Grupos da Taça Uefa.

Após a época desastrosa que efectuou, foi dispensado por Koeman, integrando a equipa B do clube até Abril de 2006, onde participou na 2ª divisão B, ingressou depois no Corinthians, onde foi pouco feliz tendo tido problemas com Emerson Leão, passou depois pelo Coritiba e Nautico, actualmente aos 27 anos e sem clube esteve prestes a assinar pelo ABC futebol clube em Agosto de 2008, mas não houve acordo de verbas.



Jogou em 2003 a Gold Cup pela selecção brasileira conquistando o 3º lugar. Foi Campeão Brasileiro em duas ocasiões, 2002 e 2004, e Vice-Campeão da Taça Libertadores da América.

7 comentários:

T-Rex disse...

Conhecido no seio do plantel como "Rei do Gado" nunca demonstrou quer a autoridade, quer a superior qualidade que lhe apontavam.

Apesar de capitão do Santos e campeão brasileiro (com Léo, André Luís, Diego e Robinho) chegou à Luz rotulado de patrão e nada provou.

Mais um que verdadeiramente faz jus ao nome do blog.

Um abraço.

Dogus disse...

Claramente... aos 27 anos sem clube diz tudo...

Anónimo disse...

Muito fraquinho esse Paulo Almeida.

Foi apenas mais um flop...

Constantino disse...

Jogador com o corpo do rochembak e a velocidade do paulo assunção. A diferença é que estes limitam-se a passar para o lado e não perdem bolas e o paulinho achava que conseguia ir mais além e de vez em quando metia 3 ou 4 passes longos para a bancada. Curiosa a foto de equipa do Santos onde tambem aparece o seu colega de flopisse Andre Luis e onde a fila da frente aparece com todos os jogadores agachados, menos o Leo...que mesmo assim está à altura dos outros

Anónimo disse...

http://estrangeirosnobenfica.blogspot.com/

Anónimo disse...

este sim um autentico flop. vimos a joga-lo e ui que manco

Bruno V. disse...

Grande flop no Benfica. Um claro caso de inadaptação ao futebol português. No Santos de Robinho, Diego, Elano, Léo... era o capitão, e com 22 anos. Um caso perfeitamente paradigmático das diferenças que existem de um futebol para outro.